Este domingo, os nossos mini12 receberam a equipa do GD Lagoa, para o seu último jogo da Taça Algarve.

Entrámos muito apáticos no jogo, mas com o seu decorrer, conseguimos ir para o intervalo a ganhar. No regresso ao jogo, a equipa adversária, que se apresentou apenas com 8 jogadores, teve vantagem na rotação dos seus atletas, o que lhes permitiu dilatar o resultado com alguma facilidade, dado o grande potencial atlético de 3 dos seus jogadores.

Até ao final fomos rodando os nossos 12 mini-atletas, para lhes dar experiência de jogo, terminando com um resultado de 45-65.

Tivemos um saldo muito positivo neste torneio, ganhando todos os jogos da primeira volta e conseguindo utilizar 17 crianças, na sua maioria meninas com poucos meses na modalidade.

 

Na tarde de sábado, as sub16 deslocaram-se ao pavilhão municipal da Costa de Caparica, onde jogaram com o Basket Almada.

O 1.º período foi equilibrado, mas no 2.º período fomos superiores e chegamos ao intervalo a vencer por 7.

O 3.º período foi pautado pelo equilíbrio e falhamos o último lançamento que empataria o encontro. No 4.º período o jogo poderia ter caído para qualquer equipa, mas infelizmente caiu para as visitadas.

Excelente jogo em termos de intensidade que nos fará de certo evoluir, ainda mais, num futuro próximo.

No final, vitória do BAC por 51-43.

 

Os Sub16 masculinos de Tavira receberam o Ginásio Olhanense para mais um jogo da Taça Algarve.

O encontro teve um início algo complicado, com os rapazes de Tavira a permitirem uma desvantagem que foi difícil de recuperar, chegando a ser de 9 pontos a favor do Ginásio.

Contudo, um 3.º período com muita garra e entrega permitiu dar a volta ao resultado, marcando uns excecionais 25 pontos, que permitiram jogar o 4.º e último período com mais calma, gerindo a vantagem.

Com o resultado final de 58-43, Tavira soma a segunda vitória na Taça.

 

Pela segunda vez esta temporada, os nossos mini-8 e mini-10 visitaram o pavilhão do Farense, este sábado, para mais um convívio.

Foi mais uma manhã bem passada, onde as nossas crianças tiveram a oportunidade de se divertir jogando com os companheiros do Ginásio, Imortal e 4 ao Cubo, para além da equipa da casa.

De salientar a estreia da nossa mini-8 Júlia Baptista, um dia depois de festejar o seu sexto aniversário.

A maior vitória neste convívio foi o facto de levarmos 20 atletas, para além da presença de muitos familiares dos mesmos!

O próximo convívio será no dia 9 de Abril, em Vila Real de Santo António.

 

No fim da manhã de domingo, os nossos 5 guerreiros sub18 disputaram mais um jogo da Taça Algarve.

Uma entrada apática fez com com que os visitantes aproveitassem para liderar o resultado. Fomos respondendo com as nossas armas e chegamos ao intervalo a perder por 6.

Na 2.ª parte chegamos a estar empatados, mas nos últimos minutos os visitantes foram mais certeiros e venceram por 57-64.

Excelente entrega dos nossos atletas que deram tudo o que tinham.

 

Na manhã primaveril de domingo, a equipa de Quarteira (CBQ Tubarões) deslocou-se a Tavira, para defrontar a nossa equipa de sub.19 F.

Após uma entrada apática da nossa parte, retificámos a nossa defesa e efetuámos um 2.º e 3.º períodos de bom nível, onde conseguimos uma vantagem de 8 pontos.

No último período denotámos alguma dificuldade na transição defesa/ataque, em virtude da pressão exercida pela equipa visitante (onde pontificavam 3 atletas que normalmente jogam na 2.ª divisão de Seniores Femininos). Deste modo, fomos ultrapassados no marcador na reta final do encontro, terminando o mesmo com uma derrota por 62-66.

No próximo jogo recebemos a equipa do GC Olhanense, onde queremos regressar ás vitórias.

 

Foi no último sábado que os nossos sub16 viajaram até Ferragudo para jogar com o ACD num encontro que, apesar de se prever complicado, era uma boa oportunidade para medir a evolução da equipa.

Os 8 jogadores de amarelo revelaram dificuldades em jogar o jogo, cometendo vários erros que não foram forçados pela outra equipa, sem conseguir a calma necessária para enfrentar o encontro.

Os sub16 somam assim a terceira derrota na Taça Algarve, desta contra um adversário que estava ao nosso alcance. Agora resta aprender dos nossos erros para melhorar e enfrentar esta equipa com outra atitude quando os recebermos em casa.

 

Este sábado os nossos minis deslocaram-se a Albufeira para defrontar o Imortal e tiveram a oportunidade de jogar no magnífico pavilhão municipal, tradicional palco das festas do basquetebol.

Entramos muito mal no jogo, muito desconcentrados, a perder bolas e a falhar passes, permitindo que a equipa adversária fosse jogando conforme queria. Tornámos um jogo previsivelmente acessível, numa disputa equilibrada pelo resultado até ao final.

Estivemos quase todo o jogo a perder, mas no último minuto conseguimos dar a volta e ficar com uma vantagem de 2 pontos. A 13 segundos do final, o Imortal ainda teve oportunidade para empatar com dois lances livres, mas apenas conseguiu um ponto, ficando assim o resultado final de 31-32.

No entanto, como só apresentamos 9 atletas, foi-nos atribuída uma derrota administrativa de 20-0, perdendo, também, a liderança do grupo.

 

Na passada jornada da Taça do Algarve, os sub16 receberam a equipa B do Imortal.

Num jogo que se revelou duro desde o início, pela pouca rotação que o banco permitiu (apenas 8 jogadores, 3 deles sub14), os nossos atletas deram tudo o que tinham, tentando reduzir a superioridade dos adversários em campo.

O resultado final, 40-79, mostra que, com os nossos 12 jogadores presentes e saudáveis, poderíamos ter jogado contra esta equipa de igual para igual.

 

Na tarde de Domingo, só com 5 atletas derivado a uma série de contrariedades, os sub18 defrontaram o Portimonense, em Portimão.

Começaram bem, marcando alguns pontos, mas o avolumar do cansaço não permitiu um melhor resultado.

De salientar que os 5 guerreiros deram tudo o que tinham e dignificaram a camisola do clube.

No final, vitória caseira por 91-21.

 

Os nossos mini-12, deslocaram-se este domingo a Faro para um jogo que já se previa difícil dada a mais-valia técnica e tempo na modalidade da equipa adversária.

Entrámos bem no jogo, conseguindo empatar o primeiro período, mas nos restantes, fruto do nosso individualismo, falta de argumentos técnicos, e muito adormecidos, fomos perdendo por 2 e 4 pontos, contribuindo para o resultado final de 38-23

O Farense jogou sempre “a todo o gás”, com uma defesa muito intensa e muito forte nas transições, sem que os conseguíssemos parar, aspecto que tem vindo a ser recorrente dada a nossa falta de espaços e condições para o treino deste já enorme grupo de rapazes e raparigas.

A equipa da capital foi assim uma justa vencedora, embora nos fique a vantagem no confronto direto.

No próximo sábado iremos a Albufeira defrontar o Imortal.

 

Na tarde de sábado, 5 de Março, as nossas jovens atletas receberam o Imortal num jogo a contar para a Taça Nacional de sub16 F, tendo conseguido a sua primeira vitória na competição.

Os dois primeiros períodos mostraram o equilíbrio que pautou grande parte do jogo, onde apenas o nosso nervosismo e a experiência das visitantes fez com que fôssemos para o intervalo em desvantagem (20-23).

Na 2.ª parte, o equilíbrio manteve-se, e acabamos o 3.º período com 29-28 a nosso favor. No último período, conseguimos uma vantagem que se manteve até ao apito final (42-36).

No próximo fim-de-semana recebemos, no sábado, pelas 18:30, o Maria Pia e, no domingo, recebemos, pelas 15:00, o Farense. Contamos com o apoio de colegas de clube, treinadores, familiares e amigos, a ver os jogos e a apoiar-nos!

 

No domingo à tarde, após um jogo no dia anterior, as nossas jovens entraram bem no jogo e conseguiram uma vantagem de 6-0. No entanto, o nervosismo não permitiu que convertêssemos mais pontos e avolumássemos a vantagem no marcador. As visitantes reagiram e acabaram o 1.º período na frente, mas por poucos pontos.

No 2.º período melhoramos a defesa mas pioramos no ataque, o que fez com que o Estoril levasse uma vantagem superior a 10 pontos para o intervalo.

Na 2.º parte, a grande lucidez das nossas adversárias, que exploraram todos os nossos pequenos erros e distrações, não possibilitaram que fizéssemos melhor, mas as nossas atletas deram o seu melhor e lutaram sempre até ao fim das suas forças.

Sábado iremos receber o Imortal e esperamos um bom apoio das bancadas. Força meninas!

 

No início da tarde de Domingo, os sub18 receberam o Ferragudo. Começaram o jogo taco-a-taco mas, fruto de alguma desconcentração e ao acumular de faltas, o marcador disparou a favor dos visitantes.

A segunda parte foi oscilante, onde chegamos a estar a 23 pontos de diferença, mas uma boa recuperação fez com que encostássemos no marcador e o jogo acabasse com 45-56 a favor do Ferragudo.

Excelente entrega e capacidade de sacrifício dos nossos 6 guerreiros que deram tudo o que tinham.

 

f