No primeiro jogo em casa do Torneio Inter-Associações de Sub.18 M, recebemos a nossa congénere de Ferragudo.

Num jogo onde não estivemos ao nosso melhor nível, quer defensivamente, quer ofensivamente, valeu a entrega dos nossos atletas que lutaram arduamente pela vitória.

Apesar da agressividade apresentada pela equipa adversária, conseguimos manter-nos serenos e tranquilos, conseguindo uma vitória curta, mas saborosa, por 40-36.

 

No passado domingo, os nossos mini12 viajaram até Albufeira para jogar com os seus colegas do Imortal.

Foi um jogo equilibrado do primeiro ao último minuto, com um resultado que não espelha essa realidade.

A diferença entre as duas equipas residiu unicamente na maior agressividade ofensiva e defensiva das atletas da equipa da casa, que lhes permitiu limitar ofensivamente a nossa equipa, para além de ter feito com que marcassem muitos pontos em segundas oportunidades no ataque, factos que resultaram na formação gradual de um fosso pontual entre as duas equipas.

 

No último sábado de manhã, realizou-se em Tavira o segundo convívio de minibásquete da presente temporada.

Com a presença dos nossos amigos do Farense, Ginásio e Colégio Bernardette Romeira, foi uma manhã bem passada, com bom ambiente e bons momentos de basquetebol.

 

Na tarde de domingo recebemos a equipa sub18 M dos Bonjoanenses, que também tem atletas sub16, na 1.ª jornada da Taça Algarve do Grupo Sotavento.

Após uma boa entrada no jogo onde dominamos os primeiros minutos, surgiu uma pequena reação dos visitantes e, após um 2.º período equilibrado, chegamos ao intervalo a vencer por 12 pontos.

No 3.º período o equilíbrio no parcial manteve-se. No 4.º período entramos mal e desconcentrados, cometendo demasiados erros ofensivos e defensivos, mas soubemos manter uma vantagem mínima para garantir a vantagem final de 47-45.

Foi uma boa estreia, onde o nervosismo não deixou fazer melhor, mas com a certeza de que estes jovens têm uma margem de progressão enorme e que, com o continuar do trabalho nos treinos, nos irão dar muitas alegrias no futuro.

 

Na 1.ª jornada do Torneio Inter Associações, a nossa equipa de Sub.18 M deslocou-se a Quarteira para defrontar o CBQ Tubarões.

Apesar da ausência de alguns elementos, encarámos o jogo de peito aberto e dispostos a dar tudo por tudo pela vitória. Entrámos mal no 1.º período, permitindo à equipa adversária uma vantagem na ordem dos 12/14 pontos. Estabilizamos depois de efetuar algumas correções, quer na defesa, quer no ataque, conseguindo encostar a 6 pontos no último período.

Na ânsia de querer ganhar o jogo, cometemos alguns erros em ataques consecutivos, o que levou a contra-ataques rápidos concretizados pelo adversário, daí o avolumar da diferença.

Perdemos, mas ficámos com a certeza que com a equipa completa outro galo cantaria.

 

Na manhã de sábado, recebemos a jovem equipa do Ginásio Olhanense.

O vencedor nunca esteve em causa pois, mesmo sem poder com todos os atletas mais evoluídos da nossa equipa, demonstramos que somos muito superiores a esta equipa.

O jogo serviu para aperfeiçoar aspetos defensivos e ofensivos, que têm sido trabalhados nos treinos, respeitando o jogo e as adversárias.

Na próxima semana defrontamos o Imortal BC, adversário que, em Tavira, nos venceu por apenas 4 pontos.

 

Na 1.ª jornada da Taça Algarve Sub16/19F, na noite de sexta-feira, as nossas atletas defrontaram o Portimonense sub19, equipa que se apresentou na máxima força e que disputou a fase final deste escalão no passado mês de Janeiro.

Não entramos mal mas cometemos demasiados erros nos primeiros minutos, devido ao nervosismo, e deixamos a equipa da casa alcançar uma vantagem considerável. Soubemos reagir, e assim que marcamos os primeiros pontos animámos um pouco mais.

Perto do fim da primeira parte começaram as lesões, que nada ajudaram na rotação das atletas, desejando nós a rápida recuperação das atletas.

Embora o resultado se tenha fixado em 62-24, as atletas tudo fizeram para conseguir um melhor resultado, dando o que tinham, lutando muito, num jogo em que uma vez mais não podemos contar com todas as atletas.

Força meninas!

 

Em mais uma jornada da Taça Algarve Mini-12, a nossa jovem equipa deslocou-se a Faro para defrontar a equipa do SC Farense.

Após um grande equilíbrio na 1.ª parte, uma entrada apática no 4.º período permitiu que a equipa adversária conseguisse alguma vantagem no marcador.

Apesar de todos os esforços despendidos, não conseguimos a recuperação desejada, ficando, no entanto, a ideia que, com a continuação do trabalho semanal, conseguiremos ombrear com as outras equipas.

O resultado final fixou-se numa vitória caseira por 38-31.

 

Este sábado de manhã, os nossos mini-atletas foram até Vila Real de Santo António participar no seu sétimo convívio da atual temporada, uma semana após a ida a Olhão. Estão de parabéns os pais dos atletas, que prescindem do seu descanso em muitas manhãs de sábado para proporcionar aos seus filhos bons momentos desportivos com os seus amigos.

Foi um convívio com mais três clubes, participando, para além da equipa da casa (Juventude), o Farense e o Quarteira Tubarões. Tivemos ainda a presença da Fundação Real Madrid, sediada em Vila Real.

Os nossos atletas exibiram um basquetebol agradável e competitivo, resultado do muito tempo de jogo em convívios que lhes tem sido possibilitado. Para além dos jogos, as equipas puderam ainda participar em alguns concursos técnicos, incluindo o "jogo do elimina" onde os pais também participaram.

Por fim, devemos assinalar a estreia absoluta em convívios da Catarina Horta, que esteve muito bem.

Daqui a duas semanas, no dia 25, teremos o prazer de ter um convívio na nossa casa, no Pavilhão Dr. Eduardo Mansinho.

 

Na manhã do passado sábado, recebemos a equipa feminina do CBA.

Fizemos uma boa entrada em jogo, mas os 2.º e 3.º períodos foram complicados, pois desconcentramo-nos, e chegámos ao intervalo com uma desvantagem considerável.

Corrigimos a atitude e vencemos a 2.ª parte, o que, porém, não foi suficiente para obtermos a vitória final, perdendo por 33-56.

 

Hoje de manhã, os nossos atletas mais novos foram a Olhão participar num convívio de minibásquete realizado e organizado pelo Colégio Bernardette Romeira.

Foi um convívio agradável, bem organizado, com um número de jogos perfeito, onde os nossos atletas tiveram sempre muita atividade, mas sem ser demasiado cansativo.

Para além da nossa presença e da equipa da casa, tiveram ainda os clubes Ginásio C.O., Quarteira Tubarões e Juventude B.C..

Os nossos atletas exibiram um basquetebol de bom nível, muito aguerridos, tendo ainda a felicidade de assistir à estreia do Gil Guilherme este ano, bem como a estreia absoluta da Rita Bartolomeu.

Se tudo correr como previsto, para a semana iremos a Vila Real de Santo António, estar com os nossos amigos do Juventude.

 

Na manhã do passado sábado, os nossos mini12 visitaram Portimão para jogar com a sua equipa feminina.

Uma entrada desconcentrada e apática fez disparar o marcador em favor da equipa visitada mas, pouco a pouco, fomo-nos aproximando do marcador com o decorrer dos períodos seguintes. No entanto, nos 5.º e 6.º períodos, vimos a recuperação esfumar-se na nossa débil condição física.

Força rapaziada, podemos fazer muito melhor!

O resultado final ficou 50-25.

 

Na manhã de sábado, depois do jogo das sub16, foi a vez dos mini12 jogarem com a equipa feminina do Imortal.

Entramos bem no jogo, dominando o 1.º período e construindo uma vantagem de nove pontos, vantagem escassa relativamente ao domínio demonstrado.

No 2.º período, a equipa adversária reagiu, entrando mais agressiva e concentrada, obrigando a nossa equipa a cometer erros, conseguindo diminuir a nossa vantagem para um ponto.

A partir desse momento o equilíbrio foi a nota dominante, até ao fim do jogo, tendo a vitória sorrido à equipa visitante, atleticamente mais forte.

O resultado final ficou 32-36.

 

Na manhã de sábado, iríamos defrontar os Tubarões, na última jornada do campeonato regional mas, por falta de atletas, não puderam comparecer.

Aproveitamos para fazer um jogo muito intenso e proveitoso, dividindo as atletas em duas equipas onde a incerteza no marcador se manteve até ao fim.

 

f