Na manhã de sábado, os nossos mini12 visitaram Loulé para jogar com os Tubarões, que só apresentou atletas masculinos num jogo de uma série para equipas mistas.

Alguma apatia e desorganização nas fases defensiva e ofensiva não permitiu um nível constante de jogo e o resultado refletiu isso mesmo.

Na próxima semana visitamos a escola do Parchal para defrontar o GD Lagoa.

O resultado final ficou em 72-46.

 

No último sábado, os nossos atletas mais novos foram a Faro jogar com os amigos do Farense e Quarteira Tubarões.

Foi uma manhã bem passada, num convívio bem organizado, onde tivemos o prazer de ter muitos dos pais / encarregados de educação dos nossos atletas a ver os seus educandos divertir-se, praticando o seu desporto.

Tivemos ainda uma estreia nestas andanças, nomeadamente o Nuno, que teve um excelente comportamento nos jogos do seu escalão, os mini-8.

No dia 17 deste mês teremos o último convívio de 2016, em Olhão.

 

Na recepção à invicta e principal favorita equipa do GC Olhanense, os nossos jovens atletas encararam este jogo com muita seriedade e com a convicção de que poderíamos surpreender a equipa visitante.

Após os dois primeiros períodos com um notório equilíbrio, a maior experiência da equipa adversária, aliada a alguns erros defensivos cometidos por nós, levou a que ficássemos em desvantagem no marcador, que já não foi possível contrariar.

Apesar da derrota ficámos com a sensação de que a equipa do GC Olhanense é possível de ser derrotada, num dia que a nossa concentração competitiva dure os 40 minutos.

O resultado final fixou-se em 42-61.

 

No fim de tarde de sábado, as nossas jovens atletas visitaram Ferragudo para defrontar a equipa local.

Após uma 1.ª parte equilibrada, no 3.º período as atletas da casa foram mais esclarecidas e conseguiram uma pequena vantagem que foram gerindo no último período do mesmo.

O jogo teve a particularidade de ter uma paragem de cerca de 30 minutos devido a uma falha de luz numa parte do pavilhão devido às fortes chuvas que caíram na altura.

De salientar que uma vez mais as nossas atletas deram tudo o que tinham e dignificaram e muito as cores do nosso clube.

O resultado final fixou-se em 51-37.

 

Na deslocação a Albufeira para defrontar a equipa do Imortal, os nossos sub18 tiveram uma entrada em jogo algo insípida o que permitiu uma ligeira vantagem da equipa adversaria.

No entanto, após algumas correções, quer do ponto de vista defensivo quer ofensivo, conseguimos aproximar-nos no marcador, o que fazia antever um resultado equilibrado.

Nos últimos minutos do 4.º período, após cometermos alguns erros, quer na defesa quer no ataque, e aliado ao nosso cansaço, o Imortal consegui uma vantagem suficiente para ganhar o jogo.

Apesar da derrota por 68-47, o objectivo da ida à Final 4 não ficou hipotecado.

 

Na manhã de domingo, defrontamos em Quarteira, pela 1.ª vez esta época, a equipa dos Tubarões. Embora não tenhamos entrado bem no jogo, corrigimos a atitude e fomos assentando o nosso jogo, impondo o ritmo que queríamos e melhorando na defesa, o que permitiu gerir e fazer uma rotação das atletas no desenrolar do jogo.

O jogo terminou com uma vitória da nossa equipa por 24-66.

 

Na última jornada da 1.ª volta do Campeonato Regional, na receção à equipa do Portimonense SC, que se encontrava em igualdade pontual na tabela classificativa com a nossa equipa, tivemos uma entrada em jogo a querer vincar a nossa superioridade, o que foi conseguido, adquirindo logo uma vantagem entre os 10/15 pontos.

Com a alteração defensiva da equipa adversária denotámos algumas dificuldades, mas levámos a nau a bom porto, obtendo uma vitória por 56-46.

 

Na manhã de sábado, defrontámos o Juventude pela segunda vez esta época. Depois de um arranque onde entramos apáticos, reagimos, e pouco-a-pouco fomos demonstrando a nossa superioridade num bom jogo de minibásquete, onde as equipas abordaram o jogo de forma correta e pedagógica tal como se pede nestes escalões de iniciação.

De referir que todos os nossos atletas contribuíram na defesa e no ataque para um bom desempenho coletivo.

O resultado final ficou numa vitória das nossas cores por 26-92.

 

Hoje de manhã efetuou-se o primeiro convívio de minibásquete da presente temporada, em Tavira.

Com a presença dos mini-atletas do Farense e do Imortal, as nossas cores foram representadas por 13 empenhados atletas, divididos em duas equipas, ambas a jogar no escalão mini-10. Mais uma vez, o mini-8 Guilherme teve de fazer um esforço extra, jogando no escalão acima do seu, resultado da falta de atletas do seu escalão que está a afetar a equipa, na presente temporada.

Como é usual nestes eventos, a boa disposição e o companheirismo estiveram presentes, graças a todos os presentes no Pavilhão Municipal de Tavira.

Devem ser ainda assinaladas as estreias, pelo clube, dos atletas Dinis, Ricardo e Rita, que estiveram à altura dos acontecimentos.

O próximo convívio no qual iremos participar, será no dia 3 do próximo mês, em Faro.

 

Na tarde de domingo, os nossos rapazes visitaram a capital algarvia defrontando o Farense no seu pavilhão.

Foi um jogo intenso, muito lutado, mas nem sempre bem disputado, que teve diversos altos e baixos onde ambas as equipas estiveram por cima.

Na parte final e decisiva do jogo, nos minutos finais, fomos superiores e levamos de vencida a equipa da casa.

Para a história fica o resultado final 56-59 para as nossas cores.

 

Na tarde de sábado, as nossas jovens receberam o CB Albufeira e disputaram um jogo muito intenso e bem disputado.

O jogo foi pautado pelo equilíbrio constante, chegando ao intervalo empatado. No arranque do 3.º período as visitantes estiveram mais assertivas, conseguindo uma pequena vantagem, à qual reagimos muito bem, no último período do jogo, encostando no marcador. No final, o jogo caiu para o CBA, embora as nossas atletas tenham tentado tudo para levar de vencida a equipa de Albufeira.

Parabéns às nossas atletas que lutaram até à exaustão, deixando tudo no campo.

O resultado final ficou em 37-42.

 

Na manhã de sábado, os nossos mini12 receberam uma equipa de Quarteira bem organizada e com atletas bons tecnicamente para este escalão.

Na equipa da casa, assinalava-se a estreia do Abílio no banco, ainda a conhecer o grupo de atletas com que trabalha.

No primeiro período deu logo para ver que o jogo tinha tudo para ser equilibrado, de acordo com os valores das duas equipas, e a ligeira vantagem da equipa da casa no fim desse período espelhava esse facto. No entanto, a opção por uma equipa menos experiente no segundo período, levou a que a equipa de Quarteira construísse uma vantagem de dois dígitos, o que obrigou a que a equipa de Tavira passasse a ter de trabalhar muito para voltar à discussão da vitória.

Nos três períodos seguintes, o equilíbrio manteve-se, com ligeira vantagem para os nossos jovens, que entraram no último período a perder por 15 pontos. Porém, como o mais importante neste escalão não é o resultado, mas que todos possam participar o máximo de tempo possível, no último período continuaram-se a dividir os minutos de jogo entre os diversos atletas, mantendo a mesma toada de equilíbrio à imagem dos restantes períodos, à exceção do segundo.

Para a história fica a vitória da equipa visitante por 41-62.

 

Na tarde de domingo, as nossas jovens atletas disputaram um jogo intenso na Vila, com o Juventude.

A 1.ª parte teve alguns momentos de basquetebol, mas teve igualmente momentos onde valeu tudo, o que não ajuda na evolução das atletas.

Na 2.ª parte arregaçamos as mangas e mostramos que sabemos jogar bom basquetebol.

Para a história fica a vitória do Juventude por 44-28.

 

Neste sábado, recebendo a equipa do CF "Os Bonjoanenses", após um jogo muito intenso, quer do ponto físico, quer do ponto emocional, efetuado na véspera, denotámos algum cansaço, o que motivou algum equilíbrio no 1.º período.

Nos períodos seguintes, a nossa superioridade, quer técnica, quer individual, quer coletiva, permitiu-nos adquirir uma vantagem confortável que permitiu que todos os nossos atletas participassem no jogo.

O resultado final fixou-se em 68-33.

 

f